Projeto
14
Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania
Universidade Aberta da Pessoa Idosa

  • Ficha TécnicaVer detalhes

    Nome descritivo

    Ampliação das UAPIs - Universidades Abertas da Pessoa Idosa

    Situação encontrada

    Atualmente há cinco unidades da Universidade Aberta da Pessoa Idosa (UAPI) em funcionamento - em dois campi da Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP (Vila Clementina e Santo Amaro) e em três Centros Educacionais Unificados - CEUs (Aricanduva, Cantos do Amanhecer e CEU Parelheiros) - que realizaram 500 capacitações em 2016 no total.

    Resultados esperados

    Melhoria da qualidade de vida da população idosa por meio da ampliação do acesso aos cursos oferecidos pela Universidade Aberta da Pessoa Idosa, criando um ambiente comunitário mais acolhedor.

    Orçamento

    Recursos próprios Outros recursos
    Investimento R$ 0,0 milhões R$ 0,0 milhões
    Custeio R$ 2,9 milhões R$ 0,0 milhões
  • Execução OrçamentáriaVer detalhes

    Execução Orçamentária – 2017

    Recursos próprios Outros recursos Total
    Investimento R$ 0,000 milhões R$ 0,000 milhões R$ 0,000 milhões
    Custeio R$ 0,000 milhões R$ 0,000 milhões R$ 0,000 milhões
    Total R$ 0,000 milhões R$ 0,000 milhões R$ 0,000 milhões

    Para informações sobre os critérios para apuração da execução orçamentária, clique aqui.

    Informações Adicionais

    julho/2018

    No ano de 2017, o Projeto 14 - UAPI teve evolução em sua elaboração. Avançou-se na formulação de edital de contratação da instituição parceira que ofertará os cursos em parceria com a SMDHC, bem como na definição dos locais de implantação das novas unidades. Além disso, está em vias de formalização a parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SME) para a cessão dos espaços em que ocorrerão as aulas, otimizando o uso dos recursos e espaços já disponíveis na Prefeitura de São Paulo. Dessa forma, no período não foram previstos ou realizadas novas despesas.”

Linhas de Ação
  • 14.1 Garantir o pleno funcionamento das unidades atuais, ampliando capacidade de atendimento a fim de atingir o número de 3500 concluintes.

    Regionalização
    Regionalizável

    Descrição do Indicador
    Número de idosos concluintes dos cursos da UAPI

    Previsão Inicial
    Primeiro resultado disponível no 2º semestre de 2018

    Status da Linha de Ação
    No prazo

    Execução da linha de ação
    Valor Base 2017 2018 2019 2020 - Projeção para
    2017-2020
    1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem -
    Valores acumulados 500 - 3500
    Valores por perí­odo - -

    Último dado disponível: julho/2018
    Última atualização: julho/2018


    2017 2018 2019 2020 Valor Acumulado - Projeção para
    2017-2020
    1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem
    Aricanduva -
    Butantã -
    Campo Limpo -
    Capela do Socorro -
    Casa Verde -
    Cidade Ademar -
    Cidade Tiradentes -
    Ermelino Matarazzo -
    Freguesia/Brasilândia -
    Guaianases -
    Ipiranga -
    Itaim Paulista -
    Itaquera -
    Jabaquara -
    Jaçanã/Tremembé -
    Lapa -
    M'Boi Mirim -
    Mooca -
    Parelheiros -
    Penha -
    Perus -
    Pinheiros -
    Pirituba/Jaraguá -
    Santana/Tucuruvi -
    Santo Amaro -
    São Mateus -
    São Miguel Paulista -
    Sapopemba -
    -
    Vila Maria/Vila Guilherme -
    Vila Mariana -
    Vila Prudente -
    A definir -

    Último dado disponível: -
    Última atualização: julho/2018

  • 14.2 Ampliar o número de UAPIS, de maneira a alcançar o número total de dez unidades em 2020

    Regionalização
    Regionalizado

    Descrição do Indicador
    Nº total de UAPIs

    Status da Linha de Ação
    Em andamento

    Execução da linha de ação
    Valor Base 2017 2018 2019 2020 - Projeção para
    2017-2020
    1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem -
    Valores acumulados 5 0 0 0 - 10
    Valores por perí­odo - 0 0 0 -

    Último dado disponível: julho/2018
    Última atualização: julho/2018


    2017 2018 2019 2020 Valor Acumulado - Projeção para
    2017-2020
    1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem
    Aricanduva 0 0 0 0 - 0
    Butantã 0 0 0 0 - 0
    Campo Limpo 0 0 0 0 - 0
    Capela do Socorro 0 0 0 0 - 0
    Casa Verde 0 0 0 0 - 0
    Cidade Ademar 0 0 0 0 - 0
    Cidade Tiradentes 0 0 0 0 - 0
    Ermelino Matarazzo 0 0 0 0 - 0
    Freguesia/Brasilândia 0 0 0 0 - 0
    Guaianases 0 0 0 0 - 0
    Ipiranga 0 0 0 0 - 0
    Itaim Paulista 0 0 0 0 - 0
    Itaquera 0 0 0 0 - 0
    Jabaquara 0 0 0 0 - 0
    Jaçanã/Tremembé 0 0 0 0 - 0
    Lapa 0 0 0 0 - 0
    M'Boi Mirim 0 0 0 0 - 0
    Mooca 0 0 0 0 - 0
    Parelheiros 0 0 0 0 - 0
    Penha 0 0 0 0 - 0
    Perus 0 0 0 0 - 0
    Pinheiros 0 0 0 0 - 0
    Pirituba/Jaraguá 0 0 0 0 - 0
    Santana/Tucuruvi 1 1 1 0 - 0
    Santo Amaro 0 0 0 0 - 0
    São Mateus 0 0 0 0 - 0
    São Miguel Paulista 0 0 0 0 - 0
    Sapopemba 1 1 1 0 - 0
    0 0 0 0 - 0
    Vila Maria/Vila Guilherme 0 0 0 0 - 0
    Vila Mariana 0 0 0 0 - 0
    Vila Prudente 0 0 0 0 - 0
    A definir -

    Último dado disponível: -
    Última atualização: julho/2018

  • 14.3 Criar mecanismos de mobilização permanente para aumentar a demanda da população pelos cursos oferecidos e, consequententemente, o número de matriculados..

    Regionalização
    Regionalizável

    Descrição do Indicador
    Nº de Matriculados

    Status da Linha de Ação
    Em andamento

    Execução da linha de ação
    Valor Base 2017 2018 2019 2020 - Projeção para
    2017-2020
    1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem -
    Valores acumulados 800 0 0 0 - 5000
    Valores por perí­odo - 0 0 0 -

    Último dado disponível: julho/2018
    Última atualização: julho/2018


    2017 2018 2019 2020 Valor Acumulado - Projeção para
    2017-2020
    1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem 1º Sem 2º Sem
    Aricanduva -
    Butantã -
    Campo Limpo -
    Capela do Socorro -
    Casa Verde -
    Cidade Ademar -
    Cidade Tiradentes -
    Ermelino Matarazzo -
    Freguesia/Brasilândia -
    Guaianases -
    Ipiranga -
    Itaim Paulista -
    Itaquera -
    Jabaquara -
    Jaçanã/Tremembé -
    Lapa -
    M'Boi Mirim -
    Mooca -
    Parelheiros -
    Penha -
    Perus -
    Pinheiros -
    Pirituba/Jaraguá -
    Santana/Tucuruvi -
    Santo Amaro -
    São Mateus -
    São Miguel Paulista -
    Sapopemba -
    -
    Vila Maria/Vila Guilherme -
    Vila Mariana -
    Vila Prudente -
    A definir -

    Último dado disponível: -
    Última atualização: julho/2018

  • 14.4 Criar metodologia de acompanhamento do trabalho e de satisfação dos participantes.

    Regionalização
    Suprarregional

    Marco
    Metodologia criada

    Previsão Inicial
    1º Semestre de 2018

    Status da Linha de Ação
    Entrega concluída

    Último dado disponível: -
    Última atualização: julho/2018


Informações Adicionais
julho/2018

No primeiro semestre de 2018, o projeto da Universidade Aberta da Pessoa Idosa contou com a implementação de diversas iniciativas visando à promoção dos direitos das pessoas idosas e do envelhecimento ativo. 741 idosos foram beneficiados por atividades associadas ao Programa, como a formação para o exercício do controle Social por meio da escola de conselhos, os seminários “Velhices LGBT” e “Os Desafios de Envelhecer no Século XXI”. Também foi lançado o edital de Chamamento Público visando à seleção de organização da sociedade civil que atuará como parceira na oferta dos cursos da UAPI em unidades especificas para formação. As aulas terão início no segundo semestre de 2018 em oito diferentes locais nas cinco regiões da cidade. Para os anos de 2019 e 2020 estão previstas novas expansões na oferta de cursos da UAPI e no número de unidades, atingindo-se um total de 10 (dez) unidades específicas e 3500 (três mil e quinhentos) idosos certificados até 2020.

janeiro/2018
O projeto 14 - Universidade Aberta da Pessoa Idosa - tem suas primeiras entregas previstas para 2018. A fim de garantir essas entregas, em 2017 o projeto inicial da Universidade Aberta da Pessoa Idosa – UAPI passou por alterações. A nova forma de constituir a UAPI segue as diretrizes da Organização Mundial de Saúde – OMS que visam o envelhecimento ativo a fim de entender a velhice como “... um potencial para o bem-estar físico, social e mental ao longo do curso da vida...” OMS, 2005. Adotando-se essa nova perspectiva o projeto ganhou maior amplitude, procurando abarcar os diversos perfis de idosos da cidade pela participação direta desses na construção e acompanhamento do programa, por meio de conselhos gestores locais. Com a contribuição dos idosos, a grade de aulas/oficinas também está em processo de reformulação a fim de ofertar atividades que promovam o bem estar, lazer, desenvolvimento do convívio comunitário e o fortalecimento do protagonismo e autonomia da população idosa. Além disso, iniciou-se a articulação com outras secretarias da prefeitura de São Paulo a fim de levar o projeto aos equipamentos públicos que já existem. Com isso teremos unidades da UAPI nas cinco regiões da cidade aproveitando melhor os recursos disponíveis.